8 razões para você não aprender inglês em sala de aula (confissões de um professor de inglês)

Publicado em
1/9/2020
|
📖
6
minutos de tempo de leitura
❗Atenção. Este artigo foi traduzido por um robozinho muito útil. ❗

Não está satisfeito com a tradução? A versão em inglês está aqui.
Ramsay Lewis
Escrito por
Ramsay Lewis

Você não precisa aprender inglês na sala de aula. Na verdade, pode ser menos eficaz do que aprender por conta própria. Aqui está o porquê.

Você quer se tornar fluente em inglês? Nesse caso, você pode ter considerado fazer uma aula em uma escola de inglês.

É a primeira coisa que a maioria das pessoas pensa.

Eu ensino inglês há mais de 10 anos e passei muito tempo aprendendo idiomas.

Mas aqui está um segredo que muitas vezes não compartilho com meus alunos: na verdade, você não precisa de professores como eu.

Com todos os recursos incríveis da Internet hoje em dia, é fácil aprender um idioma sem um professor. E, de fato, você pode estar melhor aprendendo você mesmo.

Aqui estão 8 razões pelas quais você não deve aprender inglês na sala de aula:

  1. Você aprenderá passivamente, em vez de ativamente.
  2. Você se concentrará na gramática.
  3. Você não escolherá o que aprenderá.
  4. Você vai perder tempo.
  5. Você se concentrará em obter boas notas.
  6. É aborrecido.
  7. Algumas aulas não são projetadas para realmente torná-lo fluente.
  8. É caro

1. Você aprenderá passivamente, em vez de ativamente.

Há muita pesquisa sobre como aprendemos com mais eficiência. Uma das descobertas mais consistentes é que o aprendizado eficaz acontece quando você processa ativamente as informações .

O aprendizado passivo acontece quando você é simplesmente exposto à informação. Por exemplo, quando um professor lhe diz algo ou quando você lê algo sobre um livro. O aprendizado ativo acontece quando você realmente trabalha com as informações - quando você as reflete, repete, reformula, traduz e até diz em voz alta.

O aprendizado ativo é muito mais eficaz do que o aprendizado passivo para o aprendizado de idiomas.

Mas a maioria das escolas de inglês não enfatiza o aprendizado ativo. Eu saberia - já trabalhei em muitos deles. Ocasionalmente, você encontrará uma boa escola que se concentra no uso e processamento da linguagem. Mas muitas escolas de inglês simplesmente o colocam em uma aula, dão uma palestra e pedem que você faça anotações. Pode haver algumas oportunidades para falar, mas muitas vezes são limitadas.

Se você for fazer aulas em uma escola de idiomas, escolha formatos que enfatizem o aprendizado ativo. Isso inclui aulas individuais ou escolas, onde elas estruturam as aulas para ter muito tempo para falar.

Mas você não precisa frequentar uma escola de idiomas para se tornar fluente em inglês.


2. Você se concentrará na gramática.

Quando você faz aulas em uma escola de inglês, grande parte do tempo da aula se concentra no ensino de regras gramaticais e na realização de exercícios de livros didáticos. Isso pode ser uma perda de tempo.

Não é que a gramática não seja importante - é. A gramática é essencial para nos tornarmos compreensíveis para os outros. E aprender regras gramaticais de um livro ou de uma aula pode ser muito útil, especialmente para iniciantes.

Porém, em um nível intermediário, é muito mais eficaz aprender gramática ao ser exposto à linguagem. Chamamos essa aquisição de linguagem : adquirir linguagem através de processos subconscientes.

Em vez de se concentrar em lembrar as regras gramaticais, você pode aprender tanto sobre gramática ouvindo falantes nativos, assistindo filmes em inglês ou lendo em inglês. Essa é uma das razões pelas quais você deve usar podcasts para aprender inglês : eles permitem que você adquira as regras de idioma e gramática naturalmente.

A aquisição de idiomas é como as crianças aprendem o idioma e podem ser tão eficazes quanto lembrar as regras gramaticais .

A outra desvantagem de se concentrar na gramática? É aborrecido. Uma das melhores maneiras de se manter motivado para aprender um idioma é garantir que ele seja interessante.

Ouvir falantes nativos de inglês ensinará a você tanto sobre gramática quanto os exercícios de livros didáticos. E, se você gosta do que está ouvindo e o conteúdo é realmente interessante, você fará mais.


3. Você não escolherá o que aprenderá.

Muita pesquisa mostrou que, quando os alunos se envolvem no processo de decidir o que querem aprender, aprendem mais. Quando você escolhe o conteúdo, absorve mais.

A maioria das escolas de inglês não pergunta aos alunos o que eles querem aprender. O currículo é geralmente desenvolvido por um "especialista" que na verdade não ensina mais. Muitas escolas usam planos de aula com 10, 15 ou 20 anos de idade.

Você provavelmente não poderá escolher o que deseja aprender.

Em vez de ter aulas, crie seu próprio programa de aprendizado de idiomas e escolha seu próprio conteúdo.

4. Você vai perder tempo.

As aulas em uma escola de inglês geralmente progridem apenas tão rápido quanto o aluno mais lento. Isso faz sentido - o professor quer ser inclusivo e garantir que todos estejam acompanhando.

Mas, a menos que você seja o aluno mais lento, isso significa que você pode estar esperando por outras pessoas.

É um uso muito melhor do seu tempo para aprender de forma independente. Isso permitirá que você aprenda o mais rápido que quiser. Se você dominar o pretérito em 30 minutos, poderá passar para outra coisa.

Aprender sozinho é muito mais eficiente do que aprender em uma sala de aula da escola de inglês.

5. Você se concentrará em obter boas notas.

As escolas de inglês são obcecadas por testes e notas. Eles querem dizer bem; a ideia é que você possa ver seu progresso por sua nota em um teste.

Mas há muitos problemas com as notas . Pesquisas mostram que fornecer notas pode realmente levar a piores resultados de aprendizado . Enfatizar notas numéricas faz com que os alunos corram menos riscos e aprendam menos do que quando não estamos focados nas notas.

As escolas de inglês enfatizam exercícios e testes de gramática porque se preocupam com a precisão; eles querem ajudar os alunos a evitar erros.

Mas, na verdade, cometer erros é uma parte essencial do aprendizado de inglês. Focar muito na precisão pode afetar a fluência da fala . Podemos ficar tão preocupados se essa é a palavra certa ou não que interrompe nossa capacidade de comunicação.

Como as escolas de inglês se concentram em obter boas notas e não cometer erros, elas podem realmente diminuir o aprendizado e a capacidade de falar fluentemente.


6. É chato.

Vamos ser sinceros: as aulas de inglês podem ser chatas. Eu ensinei muitas lições sobre tópicos que não eram interessantes. Como professor, eu sempre fazia o meu melhor para tornar minhas aulas envolventes. Mas eu sei que às vezes eles eram apenas entediantes.

A maioria das pessoas não escolhe materiais que lhes interessam. Esse é um dos erros mais comuns que as pessoas cometem quando aprendem inglês . Se você não usar material que lhe interessa, não ficará motivado para aprender e não se esforçará ao máximo.

Vários estudos descobriram que as pessoas que gostam do idioma que estão aprendendo aprendem mais.

Encontrar material interessante ajuda você a voltar e se envolver de forma consistente por um longo período de tempo.


7. Algumas aulas não são projetadas para realmente torná-lo fluente.

Aqui está o melhor motivo para não aprender inglês na sala de aula: muitas escolas de inglês não são projetadas para levar você à fluência. Eles foram projetados para que você continue pagando pelas aulas.

Pense nisso. A escola continua a ganhar dinheiro se você continuar pagando pelas aulas. Então, eles projetam seus programas de tal maneira que você continue a ter aulas. Eles realmente não querem que você se torne fluente.

Eu já vi muito isso. Conheço professores que na escola disseram que estão progredindo muito rapidamente no material. Os alunos estavam prontos para o novo material, mas o professor teve que desacelerar porque a escola não queria que os alunos aprendessem rápido demais.

No final do dia, as escolas de inglês são empresas. É melhor para eles se você não se tornar fluente. Eles foram projetados para fazer você pensar que precisa de mais aulas.


8. é caro

Essa é a outra coisa sobre as aulas em uma escola de inglês: elas podem ser caras. Quando eu lecionava na França, os alunos pagavam mais de € 60 por hora.

Quando você faz uma aula em uma escola de inglês, não está apenas pagando pelas aulas. Você também está pagando por todos os custos indiretos - aluguel para construção, aquecimento, iluminação, custos de manutenção, equipe de suporte e assim por diante. Na minha escola na França, apenas um terço do custo das aulas foi para os professores; o resto foi para cima.

As aulas podem custar ainda mais se você planeja viajar para um país de língua inglesa e morar lá.

Existem muitas opções mais baratas disponíveis, incluindo a assinatura que oferecemos no Leonardo English . O benefício dos serviços online é que há menos custos indiretos, o que significa que há menos custos repassados a você.

E, é claro, também existem muitos recursos gratuitos disponíveis online. Lembre-se de que estes podem ser de qualidade variável. Verifique se os recursos que você usa se parecem com uma fonte legítima.

Alunos sérios provavelmente acabarão investindo em materiais de aprendizagem. Mas eles não precisam ser caros, e certamente não tão caros quanto as aulas de inglês.

Não aprenda inglês na sala de aula - faça isso em seu lugar.

A verdade é que você não aprende inglês estudando -o. Você aprende inglês usando -o.

Existem muitas alternativas para as aulas de inglês. Você pode ouvir podcasts apropriados ao seu nível, ler livros sobre coisas de seu interesse, pesquisar as letras de suas músicas favoritas e assim por diante. Interagir com falantes nativos nas mídias sociais é outra ótima estratégia.

Se você quer ser fluente em inglês, escolha algumas atividades que você gosta e que o expõem ao inglês. Tente incluir algumas atividades de escuta, leitura, escrita e conversação, se puder. Por exemplo, você pode:

Se você fizer essas coisas regularmente por um longo período de tempo, acabará se tornando fluente em inglês. E você não terá que pagar um professor como eu para fazer isso.