9 mitos sobre como se tornar fluente em inglês

Publicado em
1/9/2020
|
📖
5
minutos de tempo de leitura
❗Atenção. Este artigo foi traduzido por um robozinho muito útil. ❗

Não está satisfeito com a tradução? A versão em inglês está aqui.
Ramsay Lewis
Escrito por
Ramsay Lewis

Existem muitos mitos sobre tornar-se fluente em inglês. Neste artigo, um professor de inglês diz a verdade sobre o aprendizado de inglês.

Como professor de inglês, passei muito tempo respondendo perguntas sobre o aprendizado de inglês. Notei que existem várias crenças comuns sobre fluência que são, de fato, conceitos errôneos.

Neste post, exploraremos alguns dos mitos sobre tornar-se fluente em inglês:


  1. "Você pode se tornar fluente jogando em um aplicativo por dez minutos por dia."
  2. "Você precisa fazer uma aula de inglês em uma escola de idiomas."
  3. "É fácil - você pode se tornar fluente em inglês rapidamente."
  4. "Você precisa se concentrar na gramática."
  5. "Tornar-se fluente em inglês será caro."
  6. "É aborrecido."
  7. "Você não deve cometer erros."
  8. "Você deve ser constantemente desafiado."
  9. "Você precisa visitar um país de língua inglesa."


1. Você pode se tornar fluente jogando em um aplicativo por dez minutos por dia.

Na verdade, eu amo Duolingo. Eu nunca experimentei Babbel, mas tenho certeza que também é ótimo. Esses aplicativos certamente têm um lugar na jornada de aprendizado de idiomas de uma pessoa. Eles são especialmente úteis para iniciantes que estão começando do zero e querem aprender um idioma de uma maneira divertida e descontraída.

Mas eles não são uma maneira de se tornar fluente em um idioma.

Eles simplesmente não foram criados para isso. Embora esses aplicativos usem todas as quatro habilidades (ouvir, falar, ler e escrever), eles não são uma maneira eficiente de obter fluência. E especialmente não por 10 minutos por dia.

Não estou dizendo que esses aplicativos não são úteis - eles podem ser. Mas será muito difícil obter fluência deles.


2. Você precisa fazer uma aula de inglês em uma escola de idiomas.

Abordamos isso em um post anterior : é absolutamente possível tornar-se fluente em inglês sem aulas de idiomas.

O que você precisa é a exposição a entrada de linguagem de nível nativo. É claro que sou um grande fã de ouvir nativos em podcasts, mas ler livros em inglês e conversar com outros nativos também são ótimos.

Fazer um curso de idiomas pode ajudá-lo no seu caminho para a fluência. E também pode um tutor. Mas é um mito que você deve ter aulas de inglês para se tornar fluente.


3. É fácil - você pode se tornar fluente em inglês rapidamente.

Conhecemos algumas pessoas que afirmam atingir níveis fluentes de um idioma em 3 meses ou menos . Pode ser possível, mas exigiria muito trabalho e muita dedicação.

É muito mais realista esperar que leve anos. Na minha formação para me tornar professor de inglês, eles distinguiram entre dois tipos de idioma: idioma para situações sociais e idioma para fins acadêmicos. Eles explicaram que são necessários entre 1 e 3 anos para se tornar fluente em um idioma para situações sociais. (E entre 5 e 7 anos para ser fluente em linguagem acadêmica).

Aprender inglês é como correr uma maratona: você só precisa continuar por um longo tempo. Mas você chegará lá eventualmente.


4. Você precisa se concentrar na gramática.

Um dos mitos mais comuns sobre tornar-se fluente em inglês é que você precisa memorizar regras gramaticais avançadas. Os alunos de idiomas intermediários podem ficar preocupados em tentar descobrir quando usar o tempo.

Por exemplo, muitos alunos se esforçam para entender a diferença entre o presente perfeito e o presente perfeito contínuo. Há uma diferença entre eles, mas eles geralmente podem ser trocados sem alterar o significado. “Eu moro na França há 10 anos” e “Eu moro na França há 10 anos” significa essencialmente a mesma coisa.

Pode parecer difícil e confuso.

Mas aqui está um segredo: você realmente não precisa estudar gramática para aprender. Você pode buscá-lo através da exposição ao idioma . Pode ser mais fácil e mais interessante assim.

Para ser fluente em inglês, você precisa conhecer o básico da gramática e falar sem muitos erros. Mas você não precisa ser um especialista em gramática. E você não precisa aprender isso através de exercícios gramaticais. Ouvir podcasts pode ser igualmente eficaz.


5. Tornar-se fluente em inglês será caro.

Existem vários aplicativos, software e materiais de aprendizado de idiomas disponíveis para você. Pode ser tentador pensar que você precisa investir uma quantia significativa de dinheiro nesses materiais para obter fluência.

Mas você não. Especialmente em um nível intermediário, você pode encontrar muitos materiais para usar que são gratuitos ou baratos. Isso pode incluir conversar com falantes nativos nas mídias sociais, ler artigos e blogs on-line em inglês e podcasts .

Pode valer a pena investir um pouco. Por exemplo, o Leonardo English oferece podcasts gratuitamente, mas também oferecemos transcrições, vocabulário chave e muito mais por apenas um pouco mais . Acreditamos que o fizemos para oferecer muito valor e, ao mesmo tempo, manter nossos preços justos. O aprendiz sério pode se beneficiar desses tipos de investimentos.

Mas mesmo se você estiver investindo em materiais, não precisa ser caro. É absolutamente possível tornar-se fluente em inglês sem gastar muito .


6. É chato.

Eu acho que muitas pessoas acreditam que aprender inglês é chato por causa da maneira como ensinamos. Sentamos os alunos nas salas de aula e damos palestras sobre gramática. Isso é chato.

Escolher materiais que não são interessantes é um dos erros mais comuns que as pessoas cometem ao aprender inglês.

Mas não precisa ser chato, basta escolher atividades interessantes. A beleza de aprender Inglês é que você pode realmente aprender sobre o que quiser. Pense em todos os grandes artistas, criadores e pensadores que trabalharam em inglês. Você tem a oportunidade de aprender sobre um ou todos eles! Se você está entediado em aprender inglês, está fazendo errado.

Não aceite aulas de inglês chatas ou exercícios de gramática. Escolha exercícios e atividades que lhe interessam.


7. Você não deve cometer erros.

Muitos alunos de inglês são obcecados com precisão. Eles nunca querem cometer erros.

Mas há dois problemas com isso. A primeira é que devemos cometer erros para aprender. Cometer erros faz parte do processo. Se você não está cometendo erros, não está aprendendo.

A segunda razão para se concentrar na precisão é um problema é que ela pode impedir sua fluência. Se você está preocupado demais com seus erros, pode não falar fluentemente - ou nem um pouco.

É um mito que você precise falar com total precisão para falar fluentemente. Em vez disso, sinta-se à vontade com seus erros. Erros são como você aprenderá.


8. Você deve ser constantemente desafiado.

Outro mito é que, para ser fluente, você sempre precisa sentir que o que está fazendo é difícil.

Sim, temos que nos desafiar a crescer. Se algo é muito fácil, você não aprenderá com isso. Mas nem sempre tem que ser muito difícil também. Se você escolher algo muito difícil para você, não gostará nem continuará fazendo.

Em vez disso, encontre um ponto ideal. Escolha atividades desafiadoras, mas não muito difíceis. Procure encontrar informações compreensíveis : você deseja textos ou podcasts dos quais possa compreender a maioria, mas que tenham algumas novas palavras ou frases.

Não tente aprender muito rápido demais.


9. Você precisa visitar um país de língua inglesa.

A imersão em um país de língua inglesa definitivamente ajuda os alunos de inglês, mas você não precisa de imersão para se tornar fluente.

O benefício da imersão é que ela oferece muitas oportunidades para usar um idioma; geralmente obriga a usar um idioma.

Mas você pode se dar essas mesmas oportunidades sem morar em um país de língua inglesa. Obviamente, podcasts de nativos ajudam. Mas você também pode assistir a vídeos do YouTube. Você pode ouvir músicas. Você pode encontrar um grupo de língua inglesa no Meetup . Você pode até estranhos com DM no twitter e conversar com eles.

Você não precisa viajar para acessar falantes nativos.

Empacotando.

Não deixe que essas falsas crenças sobre o aprendizado de inglês o impeçam. Você pode se tornar fluente em inglês com dedicação, prática e os recursos certos. E isso pode ser divertido.

Encontre coisas que você gosta de fazer, seja ouvindo falantes nativos, assistindo-os, lendo ou mesmo conversando com pessoas pela Internet. Depois de encontrar as coisas que você gosta de fazer, continue fazendo.

Se você pratica regularmente por um longo período, alcançará fluência em inglês.