Por que você não deve escolher um aplicativo de idioma que faça tudo

Publicado em
1/9/2020
|
📖
4
minutos de tempo de leitura
❗Atenção. Este artigo foi traduzido por um robozinho muito útil. ❗

Não está satisfeito com a tradução? A versão em inglês está aqui.
Alastair Budge
Escrito por
Alastair Budge

Ao aprender inglês, muitas vezes é tentador escolher um produto que promete fazer tudo. Eis por que essa é uma péssima ideia e por que estamos focados no Leonardo English.

Existem milhares de maneiras diferentes de aprender um idioma e milhares de ferramentas diferentes que você pode escolher para ajudá-lo a aprender inglês.

A escolha pode ser esmagadora, e este não é um guia sobre o que você deve escolher, mas o que você não deve escolher.

E isso é algo que vemos com muita frequência - um produto que promete fazer tudo.

Que possui questionários embutidos, que permitem salvar o vocabulário, fornecer flashcards, ouvir áudio, testar sua pronúncia, jogar e assim por diante.

E é uma ideia tentadora - a idéia de que você pode ter apenas um produto de aprendizado de idiomas que faz tudo.

No entanto, aplicativos e produtos que tentam fazer isso normalmente acabam não fazendo nada particularmente bem, não são os melhores em nada e são bastante frustrantes de usar.

Eu imagino que você já experimentou usar coisas semelhantes.

Em vez disso, sugerimos sempre tentar encontrar o único produto ou serviço que faz uma coisa muito bem.

Quem não promete demais, oferece uma experiência de baixa qualidade e faz com que você aprenda de uma maneira que normalmente não faria.

Na Leonardo English, certamente pretendemos estar na categoria 'faça uma coisa muito bem', não na categoria ' veja todas as 100 coisas que você pode fazer, mas nenhuma delas muito bem '.

E uma coisa é encontrar os tópicos mais interessantes e produzir podcasts , completos com uma transcrição e vocabulário-chave, que ajudam a melhorar seu inglês através de podcasts enquanto aprendem coisas fascinantes sobre o mundo.

Você não nos encontrará adicionando flashcards, um construtor de vocabulário ou qualquer outra coisa assim.

A razão para isso é dupla, tanto para você quanto para o produto.

Para você: forçar os alunos a um determinado comportamento

Quando um produto tenta fazer você fazer tudo nele, você acaba aprendendo de uma maneira que talvez não seja natural para você.

Por exemplo, se você tem um aplicativo de podcast que também permite salvar vocabulário e fornecer flashcards, isso pode parecer interessante no papel , mas obriga você a aprender de uma maneira que se adapte a esse produto, e não necessariamente a você.

Se você é o tipo de pessoa que memoriza melhor partes do vocabulário, anotando as coisas em um pequeno caderno, continue fazendo isso.

Ou se você é o tipo de pessoa que gosta de fazer seus próprios flashcards para passar no ônibus, não deve mudar seu comportamento apenas porque um produto ou aplicativo está fazendo isso.

Você é o melhor juiz de como deve aprender - não permita que um aplicativo o force a aprender de uma maneira que não o faça se sentir confortável.

Para nós: Manter o foco

Ao criar um produto, é muito fácil se desviar e adicionar muitos "sinos e assobios" na esperança de que as pessoas fiquem empolgadas com eles.

Somos uma equipe pequena e precisamos nos concentrar no laser para fornecer o melhor conteúdo para nossos membros; caso contrário, acabaremos tentando fazer muitas coisas e não fazer nada bem.

Com muita freqüência, vemos produtos que tentam fazer muitas coisas e acabam sendo completamente inchados e desconfortáveis de usar.

Portanto, concentre-se em uma coisa, faça-o muito bem, e isso levará a usuários satisfeitos e uma melhor experiência de aprendizado.

Para os alunos de inglês de níveis intermediários e acima, faltam podcasts interessantes em inglês com transcrições e vocabulário principal - você não precisa reinventar como deve se lembrar do vocabulário (embora possamos ensiná-lo a criar seu próprio aplicativo de vocabulário ), ou como você deve usar cartões de memória flash.