O nascimento de Leonardo Inglês

Publicado em
3/12/2020
|
📖
4
minutos de tempo de leitura
❗Atenção. Este artigo foi traduzido por um robozinho muito útil. ❗

Não está satisfeito com a tradução? A versão em inglês está aqui.
Alastair Budge
Escrito por
Alastair Budge

Leonardo English nasceu da frustração pessoal. Aprender inglês deve ser fascinante, mas para a maioria das pessoas é uma tarefa árdua. Leia mais sobre a história de como o Leonardo English nasceu e para onde está indo.

Leonardo English nasceu da frustração. A frustração de que o aprendizado de idiomas seja vista como apenas um meio para atingir um fim, uma maneira de conseguir o próximo emprego, a próxima promoção.

Ou que não é levado a sério, e que os idiomas podem ser aprendidos apenas jogando (sim, Duolingo, estamos olhando para você) por 10 minutos por dia no seu telefone.

Como aprendiz de idioma apaixonado (italiano, francês, mandarim, russo), falante nativo de inglês e ex-professor de inglês com experiência em tecnologia, eu queria criar algo melhor. Algo que realmente ajudou as pessoas a melhorar, algo que foi realmente interessante de usar e foi baseado nas técnicas que eu me usei para me tornar fluente em 3 idiomas.

O aprendizado de idiomas, apesar do que alguns cursos on-line obscuros ou 'gurus' possam lhe dizer, não possui atalhos. Seguir um 'plano de 10 pontos' para ser fluente em 30 dias não vai funcionar, e não, apenas assistir Narcos com legendas não o transformará em um falante fluente de espanhol.

Aprender um idioma corretamente é difícil, mas quanto mais você trabalha, mais rápido você aprende. A maioria das pessoas que nunca aprendeu uma língua estrangeira com a fluência subestima a quantidade de trabalho necessária porque, bem, os seres humanos estão sempre otimistas e pensam que as coisas levarão menos tempo do que elas.

Isto é especialmente verdade para o inglês, onde é realmente relativamente simples chegar a um nível intermediário. Para o tipo de nível em que você pode ter conversas genéricas, talvez você possa trabalhar em um ambiente que fala inglês, mas ainda está muito longe de qualquer coisa que esteja perto da fluência. Tornar-se realmente fluente em inglês exige muito esforço e aprendizado 'ativo' e não 'passivo' (confira este artigo para obter algumas idéias sobre as diferenças entre o aprendizado 'ativo' e o 'passivo').

Então, como aluno de inglês, que opções você tem?

Bem, há um aspecto do aprendizado de idiomas que é constantemente subvalorizado, e é ouvir.

Todo mundo quer praticar sua fala, e por razões perfeitamente boas - você quer falar inglês e, portanto, "falar" parece a maneira mais óbvia de melhorar.

Mas é aí que muitos alunos de línguas (e professores também) entendem errado.

É claro que falar é importante, mas sem entender primeiro como os falantes nativos falam, sem primeiro recriar a pronúncia usada pelos falantes nativos, você acabará falando como uma coleção de palavras enganadoras de um dicionário.

Esse é especialmente o caso se você não tiver muito contato com falantes nativos - talvez você esteja aprendendo inglês em um país que não fala inglês ou a maioria das pessoas com quem você fala inglês também não é nativa. Talvez você se sinta mais à vontade em falar, mas cometerá os mesmos erros repetidamente. Ninguém o corrigirá e você adotará maus hábitos de pessoas que não são falantes nativos.

Então, qual é a resposta para isso?

Bem, se você não tinha adivinhado, se realmente trabalha ouvindo 'ativamente' falantes nativos, estará à frente de 99% dos alunos de inglês.

Isso significa que você usa expressões usadas pelos falantes nativos. Isso significa que você pronuncia palavras como falantes nativos e fala como um falante nativo. Ouvir é, apesar do que você pensa, a chave para falar fluentemente.

Além do mais, realmente trabalhar duro para ouvir falantes nativos significa que suas habilidades de compreensão melhorarão; portanto, os momentos em que você terá que perguntar ao temido ' Com licença, você pode repetir isso? 'se tornará cada vez menos frequente.

Mas os exercícios de escuta são normalmente tão artificiais, com scripts e chatos, especialmente para quem está em um nível intermediário acima. Com toda a probabilidade, o termo "exercício de escuta" já está fazendo você cochilar.

Você realmente quer ouvir outro vídeo sobre verbos frasais ou outra pessoa falando sobre o que eles fizeram naquele dia?

Se você tem uma mente curiosa, ficará aborrecido com isso em um instante.

E se houvesse uma maneira de aprender coisas fascinantes sobre o mundo ao mesmo tempo que aprender inglês?

Leonardo English é exatamente isso.

Produzimos podcasts sobre assuntos fascinantes, destinados a alunos de inglês intermediários e superiores. Todos eles vêm com uma transcrição e vocabulário-chave e são falados em velocidade média. Deseja acelerar, diminuir a velocidade ou fazer o download para ouvir mais tarde? Também fazemos isso.

Ouvir 'ativamente' (você pode descobrir mais sobre isso aqui) é a melhor maneira de turbinar seu inglês. Você pode fazer isso ouvindo rádio ou podcasts para falantes nativos, mas o Leonardo English torna 10 vezes mais fácil e 10 vezes mais interessante.

O Leonardo English não afirma ser a única maneira de aprender inglês, mas certamente é um dos mais interessantes.

A jornada do Leonardo English está apenas começando. Esperamos que você se junte a nós para o passeio.